A Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), em parceria com o Tribunal de Justiça, promoverá mais uma edição do “Mutirão Direito a Ter Pai”.

Em Jaboticatubas, e outros 38 municípios mineiros, a ação será realizada no dia 27 de outubro e tem o objetivo de garantir à criança, ao adolescente e, eventualmente, ao adulto, o direito a ter o nome do pai em seu registro de nascimento. Além do reconhecimento da paternidade, o mutirão também possibilitará o reconhecimento da maternidade, naqueles casos em que a pessoa não tem o nome da mãe em seu registro de nascimento.

Ter o nome do pai na certidão de nascimento é um direito fundamental da criança garantido na Constituição e no Estatuto da Criança e do Adolescente. Além do valor afetivo, o registro paterno assegura direitos, como recebimento de pensão alimentícia e de herança.

Como participar

Para participar, a mãe da criança, ou a pessoa maior de 18 anos em busca do reconhecimento de sua paternidade, devem fazer o cadastro prévio, nas unidades da Defensoria Pública, até o dia 13 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 12 às 16 horas. Os documentos básicos para o cadastro são: certidão de nascimento do menor, RG, CPF (obrigatórios para maiores de 16 anos) e endereço completo da mãe, além de nome e endereço completo do suposto pai.

O pai será notificado para comparecer na Defensoria Pública no dia do mutirão para reconhecer espontaneamente o filho ou fazer o exame de DNA, caso seja necessário.

Durante o “Mutirão Direito a Ter Pai” serão realizados gratuitamente exames de DNA, com coleta feita por profissionais de saúde e reconhecimento extrajudicial de paternidade. Parceiro da iniciativa, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais participa com a equipe do Centro de Reconhecimento de Paternidade (CRP) e com a cessão gratuita dos exames de DNA.

Números

Desde sua primeira edição, em 2011, o Mutirão Direito a Ter Pai tem facilitado o reconhecimento de paternidade em Minas Gerais. O programa já promoveu 37.698 atendimentos, tendo sido realizados 6.385 exames de DNA e 1.618 reconhecimentos espontâneos.

Parcerias

Realizada em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a ação conta com o apoio do Sicoob Jus-MP, da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), do Sindicato das Empresas de Transporte de Belo Horizonte (Setra-BH) e da Uber, além dos parceiros locais nos municípios onde o mutirão será realizado.

Serviço: Mutirão “Direito a Ter Pai”

Data da realização: 27 de outubro, das 8 às 17h.

Período de cadastramento: até 13 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 12 às 16 horas.

Serão feitos gratuitamente:

Reconhecimento de paternidade espontâneo

Exame de DNA

 

Local de cadastramento e realização do mutirão:

Avenida Benedito Valadares, 52, Centro (Fórum) – Informações: (31) 3683-1289

 

http://www.jabonews.com.br/wp-content/uploads/2017/10/topo_foto-direito-de-ter-pai.jpghttp://www.jabonews.com.br/wp-content/uploads/2017/10/topo_foto-direito-de-ter-pai-150x150.jpgJabó NewsUtilidade PúblicaA Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), em parceria com o Tribunal de Justiça, promoverá mais uma edição do “Mutirão Direito a Ter Pai”. Em Jaboticatubas, e outros 38 municípios mineiros, a ação será realizada no dia 27 de outubro e tem o objetivo de garantir à criança, ao adolescente...Portal de notícias - Jabó News